Última atualização:

Os gozos – Sobre duas dicotomias presentes no Seminário 20: Mais, ainda

 O objetivo deste artigo não é elaborar um histórico do conceito de gozo em Lacan,
tampouco pesquisar suas origens no
Genuss freudiano. Certamente há vários textos que traçam esse percurso de forma inteligente e correta. Preferi restringir a minha abordagem ao Seminário 20, Mais, ainda (1972-1973), onde Lacan vai falar dos gozos, no plural, definindo seus tipos segundo a divisão dos seres sexuados – termo que ele emprega nesse Seminário e que marca uma distinção em relação ao sujeito do inconsciente, que não tem sexo.

Os-gozos-Sobre-duas-dicotomias-presentes-no-Seminário-20-Mais-ainda