Última atualização:

O real continua o imaginário

Estou há quarenta e oito horas esgotado em fazer o que chamarei uma quatrança (quatresse). A trança está no princípio do nó borromeano. Com efeito, por menos que se cruze de modo conveniente estes três fios, vocês o encontrarão na ordem, na sexta manobra (figura 1), e é isto o que constitui o nó borromeano.

 

O-real-continua-o-imaginário